terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Sismo de 6.3 atinge segunda cidade da Nova Zelândia

«Um sismo de magnitude 6.3 na escala de Richter fez pelo menos 65 mortos e um número indeterminado de feridos na segunda cidade da Nova Zelândia, Christchurch. O tremor de terra aconteceu ao final da noite de ontem, hora portuguesa. Foi declarado o Estado de emergência e as equipas de salvamento calculam que o número de vítimas venha a aumentar com o decorrer dos trabalhos.
Trata-se do segundo abalo sofrido pelos habitantes de Christchurch em apenas cinco meses, mas já é considerado a maior tragédia natural nos últimos 80 anos.
A indicação do número de vítimas foi avançada pelo próprio primeiro-ministro neo-zelandês. John Key admite que este pode ser “o dia mais negro da história da Nova Zelândia” e aponta para a possibilidade de o número de vítimas vir a subir à medida que se desenrolam os trabalhos de busca em edifícios que colapsaram.

O chefe do governo decretou entretanto o estado de emergência nesta cidade de cerca de 350 mil habitantes.

“É difícil de explicar. Uma cidade que há apenas umas horas era vibrante caiu agora por terra”, declarou John Key a uma televisão local.»

RTP.pt; 22/2/2011

Sem comentários:

Enviar um comentário